de: ariana / para: dionísio

Assim que ficou pronto seu primeiro álbum, ‘Onde andará Stephen Fry’ (1997), Zeca Baleiro deu um jeito para que um CD chegasse à Casa do Sol. Fã sincero de Hilda, ele não esperava entretanto que a escritora também se apaixonasse de volta. Pois assim aconteceu.

 

Uma semana depois de ouvir o CD, Hilda telefonou para Zeca propondo uma parceria. Ela nunca tivera seus poemas musicados, mas estava disposta a mudar tal condição. A escritora enviou um DISQUETE para Zeca com TODA sua obra poética (ainda esparsa, não coletada pela Globo) e pediu que ele fizesse o que bem entendesse.

 

 

Sem pressa, Zeca foi lendo, lendo, lendo. Seu primeiro contato com a autora dera-se quando o músico nem homem nem músico era ainda, na flor de seus 16 anos. Leu ‘Com meus olhos de cão’ e considerou o trabalho de Hilda Hilst “estranho, particular, febril e urgente”.

 

Vasculhando o DISQUETE, Zeca descobriu no livro ‘Júbilo, memória, noviciado da paixão’ (1974), uma história de amor: ‘Ode descontínua e remota para flauta e oboé – de Ariana para Dionísio‘.

 

Trata-se de uma bela promessa de amor do feminino para o masculino naquele tom que chamaríamos típico no lirismo virginal hilstiano, com passagens tão amenas no cruel e na perplexidade como:

 

Tenho meditado e sofrido / Irmanada com esse corpo / E seu aquático jazigo

ou

 

Se Clódia desprezou Catulo / E teve Rufus, Quintius, Gelius / Inacius e Ravidus

Tu podes muito bem, Dionísio, / Ter mais cinco mulheres

E desprezar Ariana / Que é centelha e âncora

E refrescar tuas noites / Com teus amores breves

 

O compositor pôs mãos à obra e musicou as 10 peças que formam a narrativa poética, convidando para interpretar as canções um time delicioso: Rita Ribeiro, Verônica Sabino, Maria Bethânia, Jussara Silveira, Ângela Ro Ro, Ná Ozzetti, Zélia Duncan, Olívia Byington, Mônica Salmaso e Ângela Maria.

 

 

A parceria, conforme intuira Hilda, deu frutos. Zeca ia mandando suas versões musicadas e a autora ia corrigindo, aqui e ali, as acentuações (“Ela era muito severa com métrica”).

 

O álbum, belamente arranjado e cantado, ficou pronto pouco depois da morte de Hilda.