pacto?

Em Hilda

 

“a experiência da poesia é

 

a experiência sucessiva

 

de ruptura de todos os pactos.

 

Não tem acordo nenhum.

 

Não tem acordo nem sobre o sentido

 

universal das palavras.”